Caesb disponibiliza serviço gratuito de autoleitura de hidrômetros

Todos os clientes da companhia podem aderir à iniciativa, especialmente aqueles que não conseguem receber leiturista em casa durante o dia

0
14

Pensando no conforto e bem-estar dos brasilienses, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) disponibiliza o serviço de autoleitura, no qual o próprio usuário fornece a leitura do medidor do hidrômetro à companhia. A iniciativa destina-se especialmente àquelas pessoas que passam o dia fora de casa, impossibilitando o acesso do leiturista ao equipamento. Atualmente, a companhia soma 28 mil usuários do serviço gratuito de autoleitura no Distrito Federal. Para aderir, basta acessar o site da Caesb.

Para garantir o cadastro, não é necessário apresentar documentação, no entanto, o usuário deve ser o atual responsável financeiro. Após a confirmação, o cliente deve informar a leitura encontrada no hidrômetro no período de até três dias de antecedência da leitura programada. A conta para pagamento estará disponível no site cinco dias úteis após a informação da autoleitura.

“A gente incentiva que aqueles clientes cujo hidrômetro ficaem instalados dentro da residência façam a adesão no programa. Caso o leiturista chegue à casa na data programada e não encontre ninguém, será emitida uma notificação. Se numa próxima tentativa o profissional não conseguir realizar a leitura do hidrômetro, o cliente estará sujeito a multa de até R$ 821,55, e não é isso que queremos”, afirmou o presidente da Caesb, Luís Antônio Almeida Reis.

De acordo com o presidente, o programa está disponível para todos os clientes do Distrito Federal. “A gente recomenda para quem passa o dia fora e não consegue receber o leiturista, mas quem se sente mais confortável e seguro fazendo a própria leitura pode também aderir ao serviço”, completou.

Quem optar por essa facilidade deve ficar atento, pois nos meses de abril e outubro é necessário permitir o acesso dos leituristas ao hidrômetro para a vistoria do equipamento e confirmação dos registros feitos pelo usuário. Caso o cliente deixe de informar a leitura por dois meses consecutivos ou não permita o acesso ao imóvel nos meses pré-determinados, perderá o cadastro no sistema de autoleitura e somente poderá realizar uma nova solicitação após seis meses.

Além do site da companhia, a adesão ao serviço de autoleitura pode ser realizada pelo aplicativo disponível para iOS e Android, pela Central de Atendimento (115) e nos postos de atendimento.

Por Thaís Miranda da Agência Brasília

Foto: Joel Rodrigues/ Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília