Achados e Perdidos do Metrô acumula 8 mil itens esquecidos em estações

Perdeu algo durante sua viagem? Não se preocupe, setor funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, na Estação Galeria

0
14

Chaves, garrafas, carrinhos de bebê, bengalas, mochilas e até mesmo dentaduras. No Achados e Perdidos da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) tem de tudo. Os objetos e documentos pessoais encontrados pelos funcionários são encaminhados e reunidos na Estação Galeria, no Plano Piloto. Atualmente, há mais de 8 mil itens esquecidos pelos usuários que foram resgatados pela equipe da companhia.

Somente no ano passado, foram aproximadamente 12 mil objetos encontrados e guardados no Achados e Perdidos. O local funciona de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 19h. Para retirar algum item, o usuário deve levar um documento oficial com foto, além de comprovar que o objeto lhe pertence.

De acordo com a responsável pelo setor, Maria de Lourdes Galvão, os itens recebem outra destinação quando o dono não comparece para recuperar o produto perdido. “Quando são objetos pessoais, a gente aguarda seis meses. Já os documentos pessoais, são apenas 30 dias. Depois desses prazos, a gente doa os objetos em boas condições e incinera o que não é possível doar”, afirma Maria de Lourdes.

Após dar entrada no Achados e Perdidos, o item passa por triagem e classificação. Segundo a responsável pelo setor, leva em torno de cinco dias para que o pertence encontrado em outras estações chegue à Galeria.

“A equipe está atenta para, caso encontre qualquer item, resgatar e trazer para o Achados e Perdidos. Se um pertence for encontrado em outra estação, são uns cinco dias úteis para chegar, via malote, até a Estação Galeria. Por isso, pedimos aos usuários que se perderem algum objeto, espere uns dias para vir até o setor de Achados e Perdidos”, pontua a responsável pelo setor.

Por Thaís Miranda da Agência Brasília

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília