GDF investirá R$ 3,5 mi em rodoviária no Sol Nascente

Obra vai gerar centenas de empregos e beneficiar cerca de 20 mil pessoas com a nova estrutura

0
439

A construção da rodoviária do Sol Nascente vai começar. O investimento do GDF para construir a nova estação é de R$ 3,5 milhões. O extrato do contrato com a empresa vencedora da licitação já foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

“Assim que o governador Ibaneis Rocha criou a região administrativa do Sol Nascente e Pôr do Sol, determinou prioridade para a estação rodoviária no local”, lembra o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro. “A secretaria elaborou o projeto e licitou a obra. Além disso, criamos várias linhas de ônibus e instalamos abrigos nas paradas para melhorar o transporte público para os moradores daquela região”, completou.

O investimento do GDF para construir o novo espaço é de R$ 3,5 milhões. A previsão contratual é que a obra fique pronta em 18 meses. Cerca de 20 mil pessoas serão beneficiadas com a nova estrutura e a estimativa é de que a obra gere mais de 200 postos de trabalho.

A rodoviária do Sol Nascente será construída em terreno, com área de 24.250 m², que fica na Quadra 105, Conjunto M, AE 01, Trecho 02. A parte construída será de 5.875 m² e a estação contará com seis baias para embarque, dez pontos de estocagem, 14 vagas de estacionamento para veículos e 11 para motos, paraciclos com 24 vagas, três salas para apoio administrativo, além de lanchonete e banheiros com acessibilidade.

Atualmente, o Trecho II é atendido por cinco linhas com 243 viagens em dias úteis, 154 aos sábados e 84 aos domingos. Recentemente foi criada a linha 0.907, que faz o trajeto do Sol Nascente para a Rodoviária do Plano Piloto, e a 364.5 para o Taguatinga Shopping.

Com a infraestrutura da rodoviária, outras linhas serão criadas e haverá ampliação da oferta de transporte coletivo que atende o local, de forma que os usuários poderão ter acesso a destinos como Plano Piloto, SIA/Saan, Águas Claras, Pistão Sul e Samambaia.

*Com informações da Secretaria de Transporte e Mobilidade

Por Agência Brasília com informações de PH Paiva

Foto: SOS Brasília