Cine Brasília brinda o público com retrospectiva de 18 filmes

Entre as atrações, que começam a ser exibidas nesta quinta (15/12), há duas estreias; mostra reúne filmes de vários países

0
67

Em tempo de Copa do Mundo, o Cine Brasília, equipamento sob gestão da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), marca um gol de placa promovendo a mostra retrospectiva Vá e Veja!, com 18 filmes que foram destaques em 2022. São obras de países como Brasil, França, Irã, Itália, Coreia, Japão, Ucrânia, Turquia e Portugal, exibidas em dois momentos distintos. A primeira parte será exibida desta quinta-feira (15) ao dia 21, e a segunda, nos dias 22 e 28.

Os filmes foram selecionados a partir de críticas veiculadas em publicações internacionais e nacionais, com curadoria do jornalista e produtor Sérgio Moriconi, responsável pela programação do Cine Brasília. “A diferença entre as duas programações é uma inversão de horários de projeção de cada filme, tornando os títulos mais acessíveis ao público e a exibição de outros filmes que não foram exibidos antes”, explica ele. 

A riqueza temática da mostra impressiona pela abordagem sobre raça, gênero e questões sociais, assim como pelo valor estético das produções. Entre os destaques estão o japonês Drive my Car, de Ryūsuke Hamaguchi, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro deste ano.

Do mesmo cineasta, a programação exibirá  Roda do Destino (2021), vencedor do Grande Prêmio do Júri do Festival de Berlim. No time do Brasil, merecem atenção o drama Paixões Recorrentes, novo trabalho da cineasta Ana Carolina, e Paloma, de Marcelo Gomes, consagrado como o melhor longa da mostra competitiva da Première Brasil do Festival do Rio de 2022.

“Tem uma variedade enorme de estéticas, com filmes mais experimentais e outros mais acessíveis para um público médio, além de produções culturais relevantes”, destaca Moriconi. “Há um grande equilíbrio de filmes nacionais e internacionais e a proposta era fazer uma mostra diversa quanto à temática, com produções abordando assuntos como questões de gênero, raça e temáticas contemporâneas, como a Guerra da Ucrânia”, diz o curador.

A programação contará ainda com a exibição de duas estreias. Uma é a do documentário nacional Nunca mais Serei a Mesma, de Alice Lanari. A outra, uma coprodução Brasil e Argentina, Breve História do Planeta Verde, de Santiago Loza, traz uma divertida trama  em que pessoas transgênero convivem com ETs.

Cine Brasília
→EQS 106/107, Asa Sul
Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 a meia.
Verifique, na programação disponível no cinema, a classificação indicativa dos filmes.

Por Agência Brasília

Foto: Reprodução Agência Brasília