GDF entrega segunda creche pública rural da história

Com investimento de mais de R$ 360 mil, unidade no Paranoá vai acolher até 35 crianças com idades entre 1 e 4 anos

0
29

O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou, nesta sexta-feira (4), a segunda creche pública em área rural de sua história. A chegada do equipamento público foi comemorada pela comunidade do Núcleo Rural Jardim II, no Paranoá.

A obra contou com um investimento de R$ 366,4 mil proveniente de emenda parlamentar do deputado distrital Martins Machado. A unidade tem capacidade para acolher 35 crianças com idades entre 1 e 4 anos em regime integral ou nos turnos matutino e vespertino.

“Na nossa administração, a educação tem sido prioridade. Temos dado uma atenção especial às creches. Esse modelo das áreas rurais queremos implementar em todas as regiões, porque é gratificante entrar num ambiente todo organizado, com segurança alimentar. Agradeço a comunidade também, porque todas as vezes que venho aqui sou bem recebido”, afirmou o governador Ibaneis Rocha. O chefe do Executivo também anunciou, durante a entrega do equipamento, que vai asfaltar a DF-285 até a divisa com a cidade de Palmital (MG).

Estrutura

“É a primeira creche rural do Paranoá. Nós fizemos uma em Planaltina e temos mais duas em construção por lá, mas queremos expandir e crescer a rede, não só as rurais, mas temos 16 em construção”Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

A creche fica ao lado do Centro de Ensino Fundamental (CEF) Jardim II e vai beneficiar moradores e trabalhadores da região rural, que podem deixar os filhos aos cuidados das 12 professoras e monitoras.

A unidade tem área total de 244 m² e está completamente equipada para acolher as crianças.

“É a primeira creche rural do Paranoá. Nós fizemos uma em Planaltina e temos mais duas em construção por lá, mas queremos expandir e crescer a rede, não só as rurais, mas temos 16 em construção. Com elas, os pais deixam os filhos com tranquilidade, os alunos são alimentados e bem cuidados”, destacou a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá.

Durante a entrega, a secretária confirmou que no próximo ano letivo os alunos do ensino médio da região vão poder estudar no Centro de Ensino Fundamental Jardim II, que será transformado em um Centro Educacional (CED). A estrutura será construída em módulos para abrigar os alunos e fazer com que eles não precisem mais se deslocar até o PAD-DF para estudar.

Já alunos assistidos pela creche contam com todos os equipamentos necessários do berçário até o maternal, como berços, colchonetes, carteiras, brinquedos pedagógicos, tatames, refeitório e cozinha. Além disso, a equipe do CEF instalou internet sem fio, tendo em vista que não há sinal de celular na redondeza.

“Essa creche era uma demanda antiga da comunidade. A ordem era para colocar em funcionamento, então fizemos a listagem do que faltava, adquirimos tudo e hoje nós atendemos as crianças que moram aqui pertinho. A creche está toda mobiliada e em pleno funcionamento”, detalhou a diretora do CEF Jardim Paranoá II, Simone Aranda Teixeira.

A comunidade também agradece a entrega. A cabeleireira Ana Cristina dos Santos Martins, 37 anos, sentia falta justamente de uma creche para deixar a filha Esther Barbosa, 2 anos, o que estava prejudicando a rotina do trabalho. “Antes eu não tinha como deixar minha filha. Estava tendo que faltar serviço. Com a creche aqui, é uma ajuda completamente maravilhosa. Nós não temos o que reclamar, só agradecer por tudo”, compartilhou.

Construção

As edificações da creche já existiam e foram adaptadas para um novo uso, com a criação de espaços necessários em unidades de ensino, como área de serviços, sanitários, parque infantil coberto, solário, hall de entrada, refeitório, lactário, administração, banheiro de funcionários, cozinha, depósito e área para lavagem de gêneros alimentícios, sanitários para pessoas com deficiência e acesso de serviço.

“Essa obra dá dignidade para as mulheres da região. A mulher do campo vai poder desenvolver as suas atividades e ter a tranquilidade que o filho ou a filha vai ter segurança. Ninguém até hoje tinha feito creche em área rural, e o governador Ibaneis Rocha agora fez”, pontuou o presidente da Novacap, Fernando Leite. Toda a adaptação foi executada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).

Os ambientes internos foram compartimentados em três salas de aula para atender três turmas — Berçário II e Maternal I e II. O espaço dispõe de sanitário adaptado ao público infantil.

Trabalho de governo

Tirar do papel a segunda creche pública rural do GDF foi um trabalho integrado de governo. As secretarias de Educação (SEE) e de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) mapearam a região agrícola distrital para implementar a iniciativa.

Os terrenos foram cedidos pela Agência de Desenvolvimento (Terracap), enquanto a licitação para adequação dos prédios e a construção das novas unidades ficaram a cargo da Novacap.

Em junho deste ano, a primeira creche rural foi entregue pelas mãos do governador Ibaneis Rocha, no Núcleo Rural Pipiripau II, em Planaltina. Além desta, o GDF está construindo outras unidades em áreas rurais, sendo mais duas em Planaltina – nos núcleos rurais Taquara e São José.

Ao todo, o DF vai dispor de quatro creches em áreas rurais. Há, ainda, previsão de mais uma unidade, em fase de projeto, na região de Três Conquistas, também em Planaltina.

Por Agência Brasília

Foto: Renato Alves/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília