Força Nacional vai reforçar segurança do desfile de 7 de Setembro

GDF vai atuar no evento com as forças de segurança, dispondo de mais de 2 mil policiais militares e mais de 500 policiais civis

0
41

A pedido do Governo do Distrito Federal (GDF), o desfile de 7 de Setembro terá apoio da Força Nacional de Segurança Pública. A confirmação foi dada nesta sexta-feira (1º) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e a participação será um reforço ao trabalho executado pelas corporações do Distrito Federal.

“É muito mais preventivo. Temos o controle das nossas forças de segurança, confiamos nas nossas forças de segurança, mas toda prevenção é necessária. Recebemos um ofício do ministro (da Justiça e Segurança Pública) Flávio Dino e, com certeza, nossas forças estarão prontas para o 7 de Setembro, mas não custa nada deixar a Força Nacional à disposição”Celina Leão, governadora em exercício

Na próxima segunda-feira (4), acontece a primeira reunião do Gabinete de Mobilização Institucional, criado pelo GDF, para definir a estratégia de atuação no evento. De acordo com a governadora em exercício Celina Leão, o apoio da Força Nacional é um reforço preventivo e bem-vindo para o desfile.

“É muito mais preventivo. Temos o controle das nossas forças de segurança, confiamos nas nossas forças de segurança, mas toda prevenção é necessária. Recebemos um ofício do ministro [da Justiça e Segurança Pública] Flávio Dino e, com certeza, nossas forças estarão prontas para o 7 de Setembro, mas não custa nada deixar a Força Nacional à disposição”, disse Celina Leão.

“Recebemos o pedido da governadora em exercício e iremos disponibilizar a Força Nacional para atuar de forma preventiva e cooperativa. Teremos uma bela festa”, reforçou o secretário executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli.

Ainda segundo a governadora em exercício, o DF terá mais de 2 mil policiais militares e mais de 500 policiais civis à disposição no dia do evento. “Quem quiser vir para a Esplanada para ver o desfile num ar de democracia, será muito bem-vindo. As pessoas que querem vir para o DF fazer bagunça, as forças de segurança irão agir”, acrescentou.

Por Agência Brasília

Foto: Renato Alves/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília