Combate ao comércio ilegal na Rodoviária aumenta segurança de passageiros

Desde maio, órgãos do Governo do Distrito Federal intensificaram as operações de fiscalização. No período, foram registrados 73 autos de apreensão e 14.381 itens recolhidos; polícia aponta queda na criminalidade

0
28

Todos os dias o autônomo Luis Miguel Garcia, 25 anos, passa pela Rodoviária do Plano Piloto e muitas vezes encontra dificuldade para transitar no local devido aos produtos expostos no chão que impedem a circulação e camuflam o piso tátil. Cadeirante, ele precisa desviar dos ambulantes no terminal. O caminho livre na plataforma é essencial para o venezuelano.

“Eu tinha que fazer uma manobra para fora (da plataforma) até porque o pessoal que ficava vendendo ficava bravo (se passasse por cima das mercadorias)”, revela. “Antigamente, a gente quase não podia passar. Agora ficou bem melhor. Vou conseguir me locomover bem melhor”, acrescenta o venezuelano.

A mudança que Luis Miguel se refere é resultado da operação conjunta entre as secretarias de Transporte e Mobilidade (Semob-DF), de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) e de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) de fiscalização e combate ao comércio ilegal nas plataformas superior e inferior e nas proximidades da Rodoviária do Plano Piloto, como o calçadão entre o Conic e o Conjunto Nacional.

As ações ocorrem diariamente no espaço desde maio e foram intensificadas visando dar segurança e mais mobilidade aos frequentadores. “Essa operação integrada é importante para devolver para o cidadão um espaço seguro e que tenha condições de acessibilidade para quem mais precisa”, afirma o secretário executivo de Transporte e Mobilidade, Alex Carreiro.

No período, foram registrados 73 autos de apreensão e apreendidos 14.381 itens – toda a mercadoria recolhida vai para o depósito da DF Legal e pode ser recuperada mediante pagamento de multa. “Os transeuntes não conseguiam andar. O objetivo principal é evitar os ambulantes para ter um trânsito de pessoas mais tranquilo. Hoje vemos que esse problema diminuiu bastante”, revela o coordenador em exercício da Coordenação de Fiscalização e Operações Especiais (Cofope) da DF Legal, Flávio Monteiro.

A desobstrução das áreas da rodoviária também permite o acesso fácil da população aos serviços públicos existentes no espaço. “Nós devolvemos à população o acesso a serviços que existem aqui e estavam encobertos pelos ambulantes”, revela o diretor de Fiscalização da Subsecretaria de Fiscalização Auditoria e Controle (Sufisa) da Semob, Marconi Albuquerque.

O diretor da Sufisa cita as Estações de Orientação nas plataformas como equipamentos que voltaram a ser mais usados pela população. “Elas estavam cercadas pelos ambulantes impedindo que a população se orientasse pelos totens que têm informações dos horários de saída, linhas e locais de embarque dos ônibus”, explica. “Também facilita o trabalho para os rodoviários e há ganhos para os comerciantes que atuam na rodoviária que sofrem com a concorrência desleal que há. É uma rodoviária mais limpa e segura para o usuário circular”, acrescenta.

Redução de crimes

A segurança é outro aspecto que melhorou com as operações mais constantes. De acordo com o tenente Paiva, responsável da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) pelo policiamento da Rodoviária do Plano Piloto, as ocorrências criminais têm apresentado queda após o início das operações. “Os índices criminais já baixaram significativamente em relação aos furtos e roubos. O amontoado de gente atrapalha a circulação dos pedestres e torna mais fácil para o bandido furtar ou roubar um celular e até cometer um assédio sexual”, avalia. A PMDF atua dando segurança aos auditores da DF Legal e da Semob.

Segundo os dados da Secretaria de Segurança Pública, os crimes na zona central de Brasília – área que compreende a Rodoviária do Plano Piloto – apresentaram diminuição. Os furtos a pedestres tiveram redução de 25,2%, já os roubos caíram em 11,8%. Toda a área central de Brasília é monitorada por meio do Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

A operação ostensiva soma-se a outras ações da Semob no sentido de melhorar o patrimônio público para o cidadão. “Nos últimos meses, junto com essas operações, a Semob-DF tem recuperado a estrutura da Rodoviária, como os banheiros e a melhoria da sinalização”, afirma o secretário executivo de Transporte e Mobilidade, Alex Carreiro.

Por Agência Brasília

Foto: Joel Rodrigues/Divulgação / Reprodução Agência Brasília