Taguatinga recebe ação de vacinação e orientações contra doenças

Objetivo da SES é atender cerca de 400 pessoas na feira que integra a programação da Parada LGBTQIAP+, que acontece na cidade no próximo domingo (15)

0
35

A Secretaria de Saúde do DF (SES) promoveu uma ação durante a Feira da Parada LGBTQIAP+ de Taguatinga, neste domingo (8), no Sesc de Taguatinga Sul. Com o objetivo de atender cerca de 400 pessoas, a secretaria concentrou seus esforços no combate ao HIV, sífilis e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), além de ofertar vacina contra covid-19, influenza, hepatite B, tríplice viral, bivalente e antitetânica.

Durante o evento, a SES distribuiu material informativo, preservativos, gel lubrificante, realizou testes rápidos de HIV e sífilis, ofereceu aconselhamento e disponibilizou a profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV. A PrEP é uma estratégia que envolve o uso diário de medicamentos antirretrovirais em forma de um comprimido, proporcionando proteção em caso de exposição ao vírus.

“É importante ressaltar que a PrEP não previne outras infecções sexualmente transmissíveis, portanto, é muito importante que as pessoas em uso de PrEP realizem testes rápidos para as outras IST e usem preservativos” Vinicius Lima, farmacêutico

Um dos participantes do evento, Paulo Alves de Sá, de 27 anos, compartilhou sua experiência ao fazer o teste rápido de sífilis e HIV: “Eu faço o teste pelo menos duas vezes por ano, estando sexualmente ativo ou não, para cuidar da minha saúde e me manter bem-informado.”

A técnica da Gerência de Vigilância de Infecções Sexualmente Transmissíveis (Gevist), Daniela Magalhães, ressaltou a importância da parceria com a Parada LGBTQIAP+ de Taguatinga, enfatizando que tanto a testagem quanto a PrEP são estratégias altamente eficazes na prevenção do HIV.

A especialista também incentivou a população sexualmente ativa que não se testou a fazer o teste. “Os pacientes com indicação para o uso do PrEP têm acesso garantido à medicação nas unidades de saúde. A PrEP como tecnologia de prevenção, em conjunto com as outras existentes, é uma estratégia de prevenção ao HIV muito importante”, ressaltou. A PrEP é indicada para pessoas não infectadas pelo HIV, mas que estão mais expostas ao vírus.

O farmacêutico Vinicius Lima, presente na ação, destacou que a avaliação para a PrEP é realizada por um profissional de saúde, levando em consideração o risco de infecção, e que o medicamento está disponível na rede pública de saúde. “É importante ressaltar que a PrEP não previne outras infecções sexualmente transmissíveis, portanto, é muito importante que as pessoas em uso de PrEP realizem testes rápidos para as outras IST e usem preservativos”, alerta.

Vacina no braço

Além das ações relacionadas ao HIV, a SES também ofereceu vacinação para todos os participantes do evento.

Um dos beneficiados foi Marcus Arcely Rodrigues, 53 anos, morador de Taguatinga Sul, que tomou uma dose de antitetânica como medida de prevenção devido ao seu trabalho de carga e descarga de materiais perigosos. “Como faço carregamento de carga perigosa, é bom estar sempre prevenido”, explica.

A drag queen Allice Bombom também participou da ação e tomou a vacina bivalente. “Foi só uma picadinha de nada, e eu saio daqui belíssima e protegida”, garante.

No próximo domingo (15), durante a realização da Parada LGBTQIAP+ de Taguatinga, a Secretaria de Saúde continuará sua programação com ações educativas, distribuição de preservativos, testes rápidos e vacinação.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Agência Saúde-DF / Reprodução Agência Brasília