Segurança do DF e governo federal se reúnem para ato de 8 de janeiro

Também participaram do encontro, nesta terça (26), os chefes da segurança do Legislativo e Judiciário federais. Planejamento será divulgado na próxima semana

0
26

Para ajustes de detalhes do evento que ocorrerá no plenário de Senado Federal, em 8 de janeiro, em celebração à democracia, representantes da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF), Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e chefes da segurança do Legislativo e Judiciário federais se reuniram nesta terça-feira (26) no Centro Integrado de Operações de Brasília. O objetivo foi dar início às tratativas do evento. O Planejamento de Ações Integradas (PAI) será anunciado até a próxima semana.

“Será um dia histórico. O ato terá como conteúdo a celebração da democracia, revigorada, fortalecida, após o que aconteceu no início de 2023. Será um ato de união, uma iniciativa do presidente Lula que foi abraçada de forma histórica pelos demais poderes”, relata o ministro em exercício do MJSP, Ricardo Cappelli. “Essa reunião para tratar da segurança no dia mostra a integração entre os poderes e as instituições. Todos unidos pela democracia”, completa.

Até o momento, não há indicação de fechamento de toda Esplanada dos Ministérios. “A área impactada será a partir da Avenida José Sarney. Haverá reforço do policiamento e da segurança em toda a região central e atuação integrada das forças de segurança do DF. Utilizaremos a força máxima da Polícia Militar integrada com o governo federal. A tônica da reunião foi a integração e a integralidade, para que todos atuem de forma conjunta”, reforçou o secretário de Segurança Pública do DF em exercício, Alexandre Patury.

A Polícia Militar do DF e o Supremo Tribunal Federal farão o fechamento do perímetro da Praça dos Três Poderes e não permitirá o acesso de pessoas nem de veículos sem autorização. Para isso, haverá a presença de tropas especializadas e, se necessário, linhas de revista.

Como apoio às equipes, a região será monitorada por meio de imagens de câmeras, drones e informações enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob).

Ciob

O evento será monitorado pelo Ciob, que reúne 30 órgãos, instituições e agências do GDF voltados para segurança, mobilidade, saúde, prestação de serviço público e fiscalização. “Com isso, vamos dar mais suporte às ações das forças de segurança que estarão em campo”, ressaltou Patury.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF)

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/SSP-DF / Reprodução Agência Brasília