Egov: inovação e planejamento estratégico

Escola de Governo promoveu mais de 670 capacitações para servidores do GDF e emitiu mais de 22 mil certificações

0
12

“Estar à frente da Escola de Governo do Distrito Federal (Egov) tem sido uma rica e gratificante missão, em especial em 2023, quando atingimos o recorde de mais de 22 mil certificações. Mudar, melhorar, desenvolver e transformar pessoas ー só assim alcançamos nosso objetivo, que é ampliar a capacidade de execução dos servidores públicos do GDF, focando a gestão por resultados e melhorando as entregas feitas à nossa população.

Arrisco dizer que o maior desafio da Egov é transformar a cultura organizacional do GDF, mostrando a todos que, entre inúmeros benefícios, a capacitação traz soluções, diminui os riscos, o retrabalho e o desperdício, aumenta o engajamento e a qualidade de vida, traz inovações, diminui as ‘dores’ das equipes, melhora e traz excelência ao serviço prestado ao Estado.

Em 2023, meu quarto ano como diretora-executiva, tivemos a certeza de que estamos colhendo os frutos do nosso trabalho, com uma visão voltada para a inovação, para o planejamento estratégico do governo, observando os problemas da nossa capital e acompanhando no dia a dia as necessidades dos servidores e órgãos para melhor atender a população. Estamos construindo um catálogo de cursos e atividades cada vez mais robusto, focando a modernização do serviço público e a resolução de problemas.

Este ano viabilizamos mais de 670 capacitações, atendemos mais de 100 órgãos do DF e consagramos grandes eventos voltados para o desenvolvimento dos servidores, como o I Seminário Internacional de Inovação no Setor Público, o III Seminário de Combate e Prevenção ao Assédio no Setor Público, as capacitações de administradores regionais, conselheiros tutelares e a capacitação intensiva na nova lei de licitações e contratos.

O ano de 2024 será ainda mais promissor. Entre nossos principais projetos estão grandes seminários, a Academia de Instrutores da Egov, a consolidação e ampliação do laboratório de inovação e a elaboração de uma versão comentada da lei nº 840, entre outros.”

* Juliana Tolentino, diretora-executiva da Escola de Governo do Distrito Federal

Por Agência Brasília

Foto: Reprodução Agência Brasília