CBMDF reforçam atendimentos do Cadastro Único

Mais de 800 famílias já foram beneficiadas com a parceria entre CBMDF e Secretaria de Desenvolvimento Social

0
88

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) fez 806 atendimentos relativos ao Cadastro Único de famílias brasilienses ao longo de nove ações concentradas, realizadas desde agosto. Esse trabalho é fruto de uma parceria firmada com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). De acordo com o termo, a atuação dos militares tem o escopo de reforçar ações previamente programadas aos sábados nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

“A grandiosa contribuição dos bombeiros faz parte de uma série de medidas adotadas pela Sedes para viabilizar o atendimento às famílias que precisam atualizar seus dados cadastrais”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Entre as medidas citadas pela gestora, destaca-se a reestruturação do quadro de pessoal com a nomeação de mais de mil servidores da carreira de assistência social; a ampliação da carga horária dos trabalhadores de 30 para 40 horas; a abertura de quatro unidades de atendimento; a criação de uma equipe móvel para atendimento nas regiões com maior índice de vulnerabilidade social; e a instalação de mais 14 pontos de atendimento de cadastro único.

Aproximadamente 300 bombeiros já foram capacitados para os atendimentos.

Balanço

Nesta quinta-feira (6), o comandante-geral do CBMDF, coronel Alan Alexandre Araújo, reuniu-se com a secretária Ana Paula Marra para fazer um balanço inicial da parceria. “É possível perceber que a demanda está sendo reduzida gradativamente. Essa união de esforços se mostrou totalmente positiva”, afirmou.

De acordo com o comandante Alan Alexandre Araújo, foram selecionados bombeiros recém-nomeados com maior expertise na área social e outros que estavam na reserva remunerada. “Tivemos o cuidado de, justamente, não desguarnecer o efetivo nas demais atribuições da corporação”, explicou.

Conforme estabelecido no acordo de cooperação, a parceria não tem data para terminar.

Com informações da Agência Brasília

Por Redação do Jornal de Brasília com informações de PH Paiva

Foto: Renato Raphael/Sedes / Reprodução Jornal de Brasília