Crianças plantam espécies do cerrado no Parque Ecológico da Asa Sul

Atividade contou também com palestra de brigadistas sobre o meio ambiente

0
71

A Diretoria de Proteção e Combate a Incêndios Florestais (DPCIF) do Instituto Brasília Ambiental, em parceria com o Clube de Aventureiros Cruzeiro do Sul, da Igreja Adventista Central de Brasília, plantou, na manhã deste domingo (6), espécies nativas do cerrado no Parque Ecológico da Asa Sul.

O plantio foi feito por 25 crianças de 9 anos, com apoio dos brigadistas florestais e de agentes da unidade de conservação. As mudas foram fornecidas por voluntários que mantêm um viveiro de produção no Parque Ecológico Águas Claras – também gerido pelo Brasília Ambiental.

“Os brigadistas explicaram o uso de ferramentas e deram uma aula sobre meio ambiente. As crianças amaram, todo mundo ficou surpreso”, ressaltou Ana Paula Andrade, conselheira da classe Mãos Ajudadoras do clube.

O Clube de Aventureiros é um programa educativo da igreja voltado para crianças de 6 a 9 anos de idade. Nele, os pequenos conquistam “especialidades”, como a ecologia, na qual aprendem sobre a importância do meio ambiente e como cuidar dos recursos naturais.

*Com informações do Brasília Ambiental

Por Agência Brasília com informações de PH Paiva

Foto: Divulgação / Brasília Ambiental / Reprodução Agência Brasília