Cartão Material Escolar disponível a partir de hoje (30/05)

Investimento do terceiro lote chega a R$ 8 milhões; responsáveis por alunos devem consultar a agência bancária e o horário da retirada

0
52

Quem foi contemplado com o terceiro lote do Cartão Material Escolar (CME) e não tinha o documento físico, pode buscá-lo em uma agência do Banco de Brasília (BRB) a partir desta terça-feira (30). O valor do terceiro lote do CME já foi creditado no começo de maio para 29.459 estudantes, entre os quais 4.425 recém-selecionados ainda não possuíam cartão para fazer as compras.

As entregas dos cartões serão feitas nesta terça e na quarta-feira (31), nas agências do BRB, conforme a primeira letra do nome do beneficiário: de A a L, na terça; e de M a Z, na quarta. É possível consultar no aplicativo GDF Social o local e o horário em que podem buscar o cartão.

Recursos são de R$ 320 para cada aluno da educação infantil e fundamental; estudantes do ensino médio recebem R$ 240

No total, o investimento do terceiro lote chega a R$ 8 milhões. Nessa etapa, foram beneficiados estudantes do ensino médio, Educação para Jovens e Adultos (EJA) e ensino especial. Com o encerramento do pagamento do Cartão Material Escolar 2023, o programa conclui mais uma etapa de sua execução, beneficiando milhares de estudantes em todo o Distrito Federal.

Os contemplados também poderão tirar dúvidas e consultar demais informações por meio do telefone 156 ou pelo site do GDF Social. A Secretaria de Educação (SEE) lembra que um mesmo portador do cartão pode receber o benefício por dois ou mais estudantes, desde que todos os envolvidos estejam dentro dos critérios.

O cartão

O CME é destinado a estudantes regularmente matriculados na rede pública de ensino do DF que tenham entre 4 e 17 anos e cujos pais ou responsáveis legais sejam beneficiários do programa Auxílio Brasil. As famílias recebem R$ 320 para cada aluno matriculado na educação infantil e fundamental e R$ 240 para cada estudante do ensino médio.

Instituído pela Lei nº 6.273/2019, o programa Material Escolar é executado em parceria pelas secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes) e de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet), conforme institui a Portaria Conjunta nº 2, de 19 de janeiro deste ano. Até 2022, o GDF investiu R$ 117.535.335 no programa para atender 379.441 estudantes. 

Como utilizar

A Sedet credenciou as papelarias do DF aptas a participarem do programa de fornecimento de material didático aos alunos matriculados na rede pública de ensino. Veja as listas de estabelecimentos credenciados e do material necessário

*Com informações da Secretaria de Educação

Por Agência Brasília

Foto: Reprodução Agência Brasília