PCDF desarticula grupo suspeito de cometer crimes pela internet

As investigações apontaram que os dois indivíduos alvo da operação eram membros de um grupo criminoso responsável por centenas de ataques cibernéticos ocorridos nos últimos meses

0
55

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou a Operação Inceptum, visando desarticular um grupo de cyber criminosos que realizava ataques direcionados a plataformas governamentais.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em endereços localizados em Fortaleza/CE e Taguatinga/DF, contando com a participação de 25 policiais civis.

“Os criminosos invadiam sites públicos e causavam a interrupção de serviços. No Distrito Federal, o último ataque identificado relacionado a esse grupo foi realizado em 18 de outubro de 2022, quando a rede interna do GDF, conhecida como GDFNet, foi alvo de um ataque cibernético”, destaca Giancarlos Zuliani, delegado-chefe da DRCC.

Durante a busca realizada na residência do suspeito em Fortaleza, foram encontradas centenas de credenciais no computador do indivíduo, fornecendo acesso a sites e bancos de dados relacionados à segurança pública de diversos estados brasileiros. Essas credenciais permitiam aos investigados acessar informações confidenciais de instituições, autoridades públicas e até mesmo de pessoas comuns.

Essas informações podiam ser utilizadas para elaborar dossiês contra autoridades, comercializar ou fornecer dados de vítimas para estelionatários aplicarem golpes pela internet, bem como para a venda de dados pessoais obtidos de forma clandestina e criação de páginas falsas na web.

Além disso, o criminoso residente em Taguatinga também se dedicava à venda de documentos públicos falsificados, como certidões de óbito e carteiras de vacinação.

Por João Victor Rodrigues do Jornal Brasília

Foto: Reprodução/Agência Brasil / Reprodução Jornal Brasília