Servidores cedidos ao IgesDF devem decidir volta à Saúde até 4 de setembro

Declaração deve ser preenchida por todos os servidores em cessão especial, seja pela remoção ou pela permanência

0
40

Os servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) que estejam desempenhando suas atividades funcionais no Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IgesDF) têm até 4 de setembro para manifestar interesse acerca da remoção à outra unidade da pasta. O prazo foi estendido pela Portaria nº 342, publicada nesta quinta-feira (24), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), retificando o regulamento inicial apresentado pela Portaria nº 244.

Todos os servidores em cessão especial ao IgesDF deverão manifestar interesse – seja pela remoção ou pela permanência. O procedimento é realizado por meio da plataforma Sistema de Movimentação (Sismov), cujo acesso se dá pelo Sistema Integrado de Gestão em Saúde (SIGS) . Ao todo, é oferecida a possibilidade de lotação em 16 unidades da rede da SES-DF (veja lista completa abaixo). O profissional pode indicar a opção por até três dessas, em ordem de preferência.

Caso não queira retornar ao quadro de servidores da SES-DF, o profissional da saúde deverá preencher a justificativa. Também possuem critérios para a permanência na unidade aqueles servidores que: 1) sejam preceptores e tutores de residência; 2) estejam a menos de cinco anos da aposentadoria e a mais de dez atuando na mesma lotação; e 3) cuja reposição da força de trabalho seja impraticável.

A iniciativa representa mais um dos movimentos da SES-DF em busca de fortalecer seu quadro de profissionais. Junto a isso, soma-se a ampliação de carga horária, o trabalho por tempo determinado (TPD), a mudança de especialidade na qual a reserva de trabalhadores tem carência de longa data, além da promoção de concursos públicos.

“Sabemos que o Hospital de Base (HBDF) é uma escola e não temos interesse algum em mudar este perfil, pois há servidores com extrema especialização e há muitos residentes. Vamos manter o nível de alta complexidade que existe na unidade e continuar dando a melhor assistência à população”, afirma a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

Veja a lista das 16 unidades de lotação oferecidas aos servidores interessados em retornar ao quadro da SES-DF:

a) Hospital da Região Leste – HRL;
b) Hospital Regional de Planaltina – HRPL;
c) Hospital Regional de Sobradinho – HRS;
d) Hospital Regional de Brazlândia – HRBZ;
e) Hospital Regional de Ceilândia – HRC;
f) Hospital Regional de Taguatinga – HRT;
g) Hospital Regional de Samambaia – HRSAM;
h) Hospital Regional da Asa Norte – HRAN;
i) Hospital Regional da Asa Norte (Unidade de Queimados) – HRAN;
j) Hospital Materno Infantil Dr. Antônio Lisboa – HMIB;
k) Hospital de Apoio de Brasília – HAB;
l) Hospital São Vicente de Paulo – HSVP;
m) Hospital Regional do Gama – HRG;
n) Hospital Regional do Guará – HRGu;
o) Subsecretaria de Gestão de Pessoas – SUGEP;
p) Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde – FEPECS.

*Com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

Por Agência Brasília

Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília