Proclamação da República: veja o que abre e fecha no DF no feriado

Feriado celebrado nesta quarta-feira (15/11) pode alterar o funcionamento de alguns estabelecimentos

0
19

O feriado da Proclamação da República, celebrado nesta quarta-feira (15/11), vai alterar o funcionamento de alguns estabelecimentos no Distrito Federal.

O Metrópoles fez uma lista que mostra quais locais estarão abertos e quais estarão fechados durante este dia. Confira:

Comércio

A maior parte do comércio deve funcionar normalmente no feriado da Proclamação da República (15/11), segundo a Fecomércio-DF.

Óticas, papelarias, açougues, mercearias, hortifrutis e floriculturas podem funcionar de acordo com as regras definidas no acordo com seus respectivos sindicatos, mas a decisão final de abrir as portas ou não é do dono de cada estabelecimento.

A maioria das floriculturas deve fechar as portas, menos as que funcionam nos cemitérios do DF. Esses comércios abrem normalmente para aproveitar a movimentação de pessoas que fazem visitas para homenagear entes que já morreram.

O comércio de entrequadra e shoppings deve funcionar normalmente. Bares, restaurantes, supermercados, drogarias e feiras também funcionam normalmente.

Saúde

Os hospitais regionais, as unidades de pronto atendimento (UPAs) e a Casa de Parto de São Sebastião atendem de forma ininterrupta, em plantão 24h, assim como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que fornece assistência ininterrupta pelo telefone 192.

A assistência nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) será interrompida nesta quarta-feira, mas a emergência odontológica do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) funciona em plantão 24h.

Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) do tipo III e os Centros de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas III (Caps AD III) funcionam n quarta-feira (15). Já os Caps tipos I e II e o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Capsi) não abrem no feriado (15), voltando a atender na quinta-feira (16).

Saiba mais sobre a rede de atenção psicossocial.

Transporte Público

O transporte público coletivo do Distrito Federal opera com escala de domingo durante os feriados, e nesta quarta-feira (15/11) não será diferente.

Os trens do Metrô/DF funcionam da mesma forma no feriado, das 7h às 19h.

Bancos

As agências bancárias não farão atendimento ao público no feriado nacional do Dia da Proclamação da República (15).

Lazer e Cultura

O Zoológico abre normalmente, das 9h30 às 17h. A Torre de TV será das 9h às 18h.

O tradicional Eixão do Lazer, no Eixo Rodoviário, estará fechado ao trânsito de veículos e aberto ao público como de costume nos feriados, entre as 6h e 18h.

Todos os parques sob administração do Brasília Ambiental (Ibram) estarão funcionando normalmente durante o feriado.

Confira os horários de funcionamento:

Parque Recreativo do Gama

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Distrital das Copaíbas

Aberto todos os dias, das 8h às 18h

Monumento Natural Dom Bosco

Aberto todos os dias, das 6h às 20h

Parque Ecológico do Paranoá

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Ecológico Sucupira

Aberto todos os dias, das 6h às 20h

Parque Ecológico do Lago Norte

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Ecológico da Asa Sul

Aberto todos os dias, das 6h às 20h

Parque Ecológico Olhos d’água

Aberto todos os dias. Portão principal, das 5h30 às 20h, e portões laterais, das 6h às 18h

Parque Ecológico Ezechias Heringer

Aberto todos os dias, das 6h às 22h

Parque Ecológico de Águas Claras

Aberto todos os dias, das 5h às 22h

Parque Ecológico do Riacho Fundo

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Ecológico Areal

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Ecológico Veredinha

Aberto todos os dias, das 6h às 22h

Parque Ecológico Cortado

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Ecológico Três Meninas

Aberto todos os dias, das 7h às 18h

Parque Vivencial do Anfiteatro Natural do Lago Sul

Aberto todos os dias, das 6h às 18h

Parque Ecológico Península Sul

Aberto todos os dias, das 6h às 22h

Por Rebeca Kemilly Foto: Igo Estrela/Metrópoles / Reprodução Jornal De Brasília