Administração do Paranoá define lista tríplice para gerente de cultura

O nome de quem ocupará o cargo será anunciado em janeiro. Processo de seleção já ocorreu no Cruzeiro, no Guará, em Brazlândia, no Itapoã e em outras cidades

0
45

São eles os responsáveis por desenvolver a economia criativa, bem como coordenar e organizar eventos e projetos culturais nas regiões administrativas. Os gerentes de cultura das cidades do DF são escolhidos por votação e seguem mandato de três anos. Nesta semana, foi a vez dos músicos, artesãos e produtores do Paranoá elegerem a lista tríplice para o cargo. Entre os três nomes indicados, um ocupará a função por três anos. O mesmo processo ocorreu no Cruzeiro, em novembro; no Guará, em outubro; em Brazlândia, em maio; no Itapoã, em março; e em outras cidades.

‌No Paranoá, 102 eleitores acompanharam um debate entre os três candidatos e, posteriormente, escolheram um deles. Em primeiro lugar na votação, ficou o atual gerente de cultura da cidade, o músico e produtor cultural Wagner Teixeira Lima de Souza, com 88 votos. O carnavalesco Gilvam Lima Oliveira foi o segundo mais lembrado, com 10 votos, seguido pela ativista cultural Jenifer Amanda de Castro, que somou três votos. Houve um voto nulo.

‌Agora, cabe ao administrador regional Wellington Santana analisar o currículo dos candidatos e indicar um deles para nomeação do governador Ibaneis Rocha no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). A escolha será divulgada em janeiro. Para participar, os interessados comprovaram notório saber artístico-cultural e, no mínimo, dois anos de atuação nas áreas artísticas e culturais, conforme prevê a Lei Complementar do Distrito Federal nº 934/2017 (Lei Orgânica da Cultura). Também anexaram comprovante de residência, portfólio cultural e currículo ao efetivar a inscrição.

O presidente do Conselho de Cultura do Distrito Federal (CCDF), Wellington Rocha, explica que o gerente de cultura trabalhará com o Conselho Regional de Cultura do Paranoá. “O conselho é o órgão fiscalizador do processo das eleições e das políticas públicas da gerência da cidade, que executa as ações. Ou seja, os dois trabalham juntos para atenderem as necessidades do setor produtivo, de forma com que a real necessidade cultural seja atendida pelas inciativas”, esclarece.

A remuneração bruta do gerente de cultura é R$ 3.675, mais auxílio alimentação. Também são responsabilidade do cargo promover, organizar e executar atividades recreativas, desportivas e de lazer; acompanhar a realização de obras e serviços de restauração de monumentos, peças e espaços culturais da administração regional; zelar pela adequada utilização de documentos, peças e espaços culturais; executar levantamento de dados atinentes à memória pública; promover a maximização da utilização de espaços culturais, assim como demandar e monitorar a manutenção, conservação, limpeza e segurança de tais instalações; entre outras.

Por Catarina Loiola, da Agência Brasília

Foto: Divulgação/Administração Regional do Paranoá / Reprodução Agência Brasília