Três faixas da Ponte Honestino Guimarães são liberadas

Vias no sentido Plano Piloto-Lago Sul estarão livres para tráfego a partir das 18h; a iluminação de LED deste lado da passagem também está concluída

0
92

No fim da tarde desta sexta-feira (23), a partir das 18h, estarão liberadas as três faixas da pista sentido Plano Piloto-Lago Sul. As obras de modernização da Ponte Honestino Guimarães, antiga Ponte Costa e Silva, avançam mais uma etapa. A troca de luminárias de LED e postes deste lado da ponte também já foram concluídas e funcionam normalmente. Com o investimento de R$ 15,9 milhões do Governo do Distrito Federal (GDF) a Novacap reforma a antiga passagem.

Atualmente, os trabalhos seguem na parte externa da ponte, com a instalação do guarda-corpo, das passagens de pedestres e ciclistas e implantação de nova iluminação pública, com a troca dos postes e luminárias de LED. A previsão é de que até fevereiro de 2023, a iluminação no sentido Lago Sul-Plano Piloto seja concluída.

“A parte externa agora é prioridade da empresa. Vamos trabalhar na outra passarela debaixo também, serão colocados corrimões e será feita uma passagem para pedestres e ciclistas”, detalha o engenheiro da Novacap, Carlos Alberto Spies.

A iluminação LED será colocada nas duas laterais da pista, dando mais segurança tanto para os motoristas, quanto para os ciclistas e pedestres. Ao todo, serão instalados 400 metros de guarda-corpo (parapeito), barras de proteção utilizadas para evitar quedas. A segunda etapa dos serviços de iluminação. Para não comprometer o trânsito local, a reforma da ponte acontece em duas etapas. A primeira, do lado direito, está na reta final. No momento, 30 operários trabalham nesta fase dos serviços.

De acordo com o secretário de Governo, José Humberto Pires, a segunda parte das obras da ponte começam em janeiro. Finalizado esse ciclo, vem a parte da renovação de todo o pavimento local. “O método construtivo da ponte é uma obra de arte, não é feita de maneira programada, no sentido de só chegar e montar. Ela é moldada no local, o que é muito mais difícil, pelo desenho da estrutura”, observa o gestor. “A ponte vai ficar muito bonita, terminando essa segunda etapa vamos refazer o asfalto, ficando toda pronta”, diz.

Com informações da Agência Brasília.

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Renato Alves/Agência Brasília / Reprodução do Jornal de Brasília