Servidores da Saúde lotados no IgesDF voltam para a SES-DF

Retorno de servidores incrementa força de trabalho da pasta de origem

0
86

Servidores da Secretaria de Saúde (SES) lotados no Instituto Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF) devem retornar à pasta de origem. A medida foi publicada nesta quinta-feira (26), por meio do Decreto nº 44.160, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) exclui a obrigatoriedade de retorno de médicos com especialidades que são exclusivas do Hospital de Base – neurocirurgiões, cirurgiões cardíacos, hemodinamicistas e cirurgiões de cabeça e pescoço, entre outros.

“O retorno desses profissionais aos quadros da Secretaria de Saúde vem ao encontro à necessidade de reforço da força de trabalho e nos permitirá ampliar os serviços oferecidos a nossa população”, afirma a titular da SES, Lucilene Florêncio.

Ela ressalta que o planejamento desse processo será feito em conjunto com a gestão do instituto e tem como foco a ampliação do acesso aos serviços e a melhora na qualidade da assistência.

De acordo com o documento, os servidores têm o prazo máximo de 120 dias para se apresentar à secretaria.

O IgesiDF faz a gestão do Hospital de Base e do Hospital Regional de Santa Maria, além das unidades de pronto atendimento (UPAs) de Brazlândia, Ceilândia, Ceilândia II, Gama, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Samambaia, São Sebastião, Sobradinho e Vicente Pires.

*Com informações da Secretaria de Saúde 

Por Agência Brasília

Foto: Davidyson Damasceno / Iges-DF / Reprodução Agência Brasília