Guará é a 18ª cidade a receber ação educativa sobre coleta de lixo

Promovida pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU), a campanha circulou as ruas do Polo de Modas para orientar e chamar atenção sobre acondicionamento correto dos resíduos

0
95

A região do Polo de Modas, no Guará II, recebeu nesta sexta-feira (27/01) a campanha de ação e mobilização do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) que conscientiza a comunidade para o descarte regular de lixo. Ao longo da manhã, profissionais do SLU circularam pela área levando informação sobre a coleta, o papa-entulho e o disk tuk-tuk.

Três carros das empresas Sustentare, Valor Ambiental e Suma, que têm contratos com o SLU, rodaram pelas ruas da localidade avisando sobre a ação e dando orientações de forma lúdica e educativa, com a música tema que diz “você pode ajudar, separe seu lixinho”. Enquanto isso, uma equipe abordava os moradores e comerciantes entregando imãs de geladeira com instruções sobre os dias e horários das coletas seletiva e convencional, os endereços dos papa-entulhos e o telefone do serviço de coleta porta e porta (disk tuk-tuk).

A campanha busca reforçar a importância da separação do lixo – um saco para recicláveis e outro para orgânicos – e também do descarte ser feito no local e dia corretos. “Essa é a informação que queremos dar à população: precisamos dessa contribuição com o SLU. Quando a pessoa coloca o lixo fora do horário, o SLU não consegue pegar e isso prejudica o meio ambiente”, classifica a coordenadora de Mobilização e Educação Ambiental do SLU, Efigênia Lustosa Nogueira.

Dono de uma loja de móveis na Rua 18, Valdiro Santos Nascimento ficou todo animado com a iniciativa. Morador do local há oito anos, ele diz que desconhecia, por exemplo, o projeto dos tuk-tuks. “Bem provável que agora eu passe a usar”, diz. Sobre a separação do lixo, ele comentou ser uma prática em sua rotina. “Separo e também sei como descartar, mas acho importante iniciativas como essa informando a população”, completa.

A comerciante Ana Carolina da Costa Silva, 35 anos, destacou a importância do projeto. “Aqui no Polo de Modas, a situação do lixo é uma tristeza. É muito lixo e entulho pelas ruas. Então, o que puder ser feito para ajudar é importante”, comenta.

Conscientização e fiscalização

O Guará é a 18ª região administrativa a receber o projeto iniciado em 2021. A cada 15 dias, uma nova cidade é visitada pela campanha. Estão previstas ações em Ceilândia e Brazlândia. As RAs são escolhidas a partir de uma análise do SLU da qualidade dos resíduos. “O SLU faz a análise das situações críticas. No Polo de Modas, é uma situação muito complicada, porque tem um acúmulo de lixo muito grande”, comenta a coordenadora de Mobilização e Educação Ambiental do SLU.

Para o administrador do Guará, Artur Nogueira, a campanha é fundamental para a região. “O lixo é um dos maiores problemas que a gente tem na cidade. Essa operação vai trazer segurança e limpeza. Não podemos conviver com tanto lixo dentro da nossa cidade e a administração está atenta a isso”, define. Na administração regional, é possível fazer o descarte de eletrônicos e vidro.

Além do SLU, a campanha conta com a participação da Secretaria DF Legal e da Polícia Militar. A pasta avalia as irregularidades e a polícia garante a segurança. “Enquanto eles [SLU] fazem o trabalho educativo, nós avaliamos qualquer tipo de descarte irregular, desde lixo fora de horário até o descarte em área pública. As pessoas flagradas são notificadas e autuadas e a multa é de acordo com o ato declaratório”, explica o gerente de Fiscalização da Área II da DF Legal, Silveira Pereira de Queiroz.

Por Agência Brasília

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília