Edital de licitação tem 93 imóveis para venda e concessão neste mês 

Além das ofertas no Guará, localidade com grande procura, Terracap também disponibiliza opções em outras 15 regiões administrativas

0
48

Os lotes do Guará destinados a moradia voltaram a figurar no edital de licitação de imóveis da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). O local é um dos mais disputados nas concorrências da empresa, e restam poucas unidades para habitação unifamiliar na região.

Além das quatro oportunidades de construir a casa própria no Guará, a Terracap disponibiliza, para venda e concessão, 89 imóveis em outras 15 regiões administrativas do DF. O certame será realizado no dia 30, a partir das 9h.

R$ 15 milhõesMontante investido pela Terracap em obras complementares de infraestrutura de lotes no Guará

Para fazer o download do edital, com valores e metragens dos imóveis, é só acessar o portal da empresa.  Podem participar do processo licitatório pessoas físicas e jurídicas. As condições de pagamento são: 5% de caução – com prazo final para depósito no dia 29 deste mês -, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses. Há, ainda, imóveis disponíveis para concessão mensal.

Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Para quem tiver interesse em entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, a opção é o drive-thru, no estacionamento do edifício-sede da Terracap. A licitação será transmitida ao vivo pelo canal da agência no YouTube.

Guará

Tradicional bairro de Brasília, com mais de 50 anos de existência e muito próximo ao Plano Piloto – a apenas 11 km da Esplanada dos Ministérios – , o Guará desponta como um dos destinos mais procurados para morar pelas famílias brasilienses. Atualmente, a Terracap está investindo R$ 15 milhões em obras complementares de infraestrutura para finalizar a pavimentação, a drenagem e o projeto urbanístico das QEs 38, 44, 48, 50, 52, 54, 56 e 58.

São quatro oportunidades para quem deseja morar na região. Os terrenos estão localizados nas QEs 50, 54 e 56, e variam de 141 m² a 196 m², com entradas iniciais de R$ 11,9 mil e R$ 15,8 mil.

Próximo dali, há opções para interessados em empreender. Dois imóveis localizados no Setor Residencial Indústria e Abastecimento (SRIA) permitem o funcionamento de atividades econômicas diversas. Os terrenos possuem 900 m² e 4,3 mil m², sendo um disponível para venda e outro para concessão.

Sobradinho

Em Sobradinho, há outras cinco oportunidades para aquisição por parte do setor produtivo. No local, podem ser implementadas atividades institucionais, de comércio, prestação de serviços e indústria. Os terrenos têm de 600 m² a 2,3 mil m² e entrada a partir de R$ 67, 5 mil.

Noroeste 

Já as incorporadoras devem ficar atentas às projeções localizadas no Setor Noroeste. São cinco terrenos para construção de habitação coletiva, com uso obrigatório de comércio de bens e serviços no térreo. As metragens variam de 740 m² a 1,4 mil m².

Outras regiões

Águas Claras, Brasília, Brazlândia, Ceilândia, Gama, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Samambaia, São Sebastião, Santa Maria, Taquari e Taguatinga são as demais regiões administrativas com lotes à venda no edital de licitação da Terracap.

Acesse o edital na íntegra.

*Com informações da Terracap

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Terracap / Reprodução Agência Brasília