Projeto Borboleta ajuda reeducandos do DF com doação de roupas

Iniciativa já beneficiou 3,6 mil pessoas que estão no regime semiaberto

0
33

Ter a oportunidade de cumprir a pena no regime semiaberto para pessoas privadas de liberdade é um recomeço da vida. O Projeto Borboleta disponibiliza roupas e acessórios para elevar a autoestima dos sentenciados em sua nova fase e quebrar o estigma das vestes brancas da prisão. A iniciativa é da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal (Funap-DF), vinculada à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), e já beneficiou 3,6 mil pessoas desde 2017.

Os reeducandos que cumprem regime semiaberto e que desejam adquirir roupas para se apresentar no trabalho são beneficiados com doações feitas para o projeto. Cada pessoa tem direito a cinco itens, que podem ser escolhidos em araras dispostas na sede da Funap.

“É um momento de sair do casulo e começar a pensar em novas perspectivas de vida. O Projeto Borboleta auxilia essas pessoas a ficarem mais confiantes e, assim, elevar a autoestima nesse momento em que estão se reinserindo na sociedade e começando a trabalhar”, destaca Marcela Passamani, secretária da Sejus.

Qualquer item pode ser doado para o projeto, mas é fundamental que estejam limpos e em bom estado. Os mais procurados são roupas de frio, calças jeans (todas as numerações) e camisas. A iniciativa atende mulheres e homens.

“Essas roupas doadas para o projeto são estímulo para os reeducandos que entrarão no mercado de trabalho. Muitos não têm sequer uma roupa para o início das atividades e essa iniciativa agrega valor e resgata a autoestima deles”, afirma a diretora-executiva da Funap, Deuselita Pereira Martins.

Doações para o Projeto Borboleta
– Local de entrega: Sede da Funap – Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Trecho 2, Lotes 1835/1845, 1º andar
– Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 h
– Informações: (61) 3686-5031 e 3686-5030.

*Com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Sejus / Reprodução Agência Brasília