Mulheres terão homenagem especial na Rodoviária do Plano Piloto

Mobiliza Mulher vai oferecer cuidados com saúde, música, orientações e palestras nesta sexta-feira (8) no ponto mais central e movimentado da capital da República

0
32

Um dueto de saxofone e violão, do Corpo de Bombeiros Militar do DF, fará uma homenagem às mulheres na abertura do evento Mobiliza Mulher, nesta sexta-feira (8), a partir das 9h30 na Rodoviária do Plano Piloto. No Dia Internacional da Mulher, elas terão atenção especial com flores, música, cuidados com a saúde e a beleza, além de uma série de palestras e orientações para que as mulheres tenham empoderamento, oportunidades de emprego e possam empreender.

“A rodoviária é um dos pontos de maior circulação de pessoas, por onde passam diariamente milhares de mulheres do DF e do Entorno. Vamos aproveitar esse movimento para oferecer a elas uma gama de serviços do GDF, tanto para homenageá-las quanto para contribuir em suas atividades, na autoestima e nos cuidados com a saúde”, disse Zeno Gonçalves, titular da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob).

Vítimas de violência

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) fará uma apresentação do Programa Direito Delas, que oferece atendimentos social, psicológico e jurídico às vítimas de violência e seus familiares. A palestra vai abordar o “autocuidado” como forma de prevenção à violência. A equipe da Sejus passará o dia oferecendo atendimento individual.

“O programa acolhe pessoas que vivem em situação de violência e precisam romper com esse ciclo. O Estado precisa atuar de forma enérgica para possibilitar essa autonomia, essa saída, esse fechamento de ciclo da violência. Não é um programa apenas para as mulheres vítimas de violência doméstica e seus parentes, outros públicos também são atendidos, como vítimas de crimes contra a pessoa idosa; crianças e adolescentes de 7 a 14 anos que sofreram estupro; e alvos de crimes violentos. Todas as vítimas têm direito a romper com o ciclo da violência, esse é o direito delas”, explicou a secretária de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, Marcela Passamani.

As mulheres também terão atendimento da PMDF com orientação e distribuição de panfletos sobre violência doméstica e familiar. Uma unidade da Secretaria da Mulher vai oferecer orientação pisicossocial.

Emprego e negócios

O Mobiliza Mulher será voltado também para a orientação sobre emprego e renda. Numa unidade móvel do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), um contador fará atendimentos com orientação às mulheres sobre os benefícios de obter a inscrição de Microempreendedor Individual (MEI). Elas poderão saber quem tem obrigação e como formalizar, alterar ou dar baixa na inscrição de MEI.

A equipe do Sebrae vai orientar também sobre a gestão de negócio e informar sobre como obter capacitações com palestras e oficinas, além das consultorias disponíveis no órgão. As mulheres empreendedoras também poderão se informar sobre como ter acesso ao microcrédito, que são empréstimos de pequeno valor para o desenvolvimento de negócios formais ou informais.

Durante todo o dia, as mulheres poderão obter informações sobre vagas de emprego, com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Trabalho e Renda (Sedet). Tanto as empregadas quanto as empregadoras terão atendimento da Sedet sobre Carteira de Trabalho digital, o Seguro Desemprego, inscrições e orientações para os cursos oferecidos pela secretaria, como funciona o programa Prospera (de microcrédito), e orientação profissional.

Saúde e serviços sociais

A Secretaria de Saúde vai oferecer importantes serviços durante o Mobiliza Mulher. Haverá vacinação, testes rápidos e orientação sobre dengue e saúde bucal. Já o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), estará presente com informações sobre os serviços e benefícios sociassistenciais da pasta. Além disso, as mulheres poderão fazer consulta à situação cadastral das famílias no Sistema SAS e no Cadastro Único.

A Secretaria da Pessoa com Deficiência vai realizar diversos serviços, como atendimento para quem precisa de órtese e prótese. E ainda, o cadastro de PCD para obtenção do Passe Livre no transporte público coletivo, inclusive para viagens interestaduais e o programa DF Acessível, oferecido pelo GDF às pessoas cujas necessidades especiais impossibilitam de utilizar o transporte comum.

Flores e café da manhã

As mulheres serão homenageadas com entrega de flores, certificados e um café da manhã com as presenças de autoridades do GDF.

Haverá exposição de artesanato e elas terão acesso aos serviços de corte de cabelo, manicure, massagem, hidratação facial e design de sobrancelhas.

O evento conta com apoio da Caesb com a distribuição de água, da Novacap com flores e plantas, e do DER, que estará presente com a equipe da Transitolândia fazendo apresentações sobre educação para o trânsito.

*Com informações da Semob-DF

Por Thaís Miranda da Agência Brasília

Foto: Arte/Semob / Reprodução Agência Brasília