Palestra capacita gestores para prevenção contra assédio em ambiente escolar

Ação promovida pela Secretaria de Educação abordou diferentes tipos de situações também no local de trabalho dos servidores da pasta

0
16

Na tarde desta quarta-feira (3), a Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) promoveu a palestra “Assédio – identificação e prevenção” no auditório do Espaço Cultural Neusa França, na sede da pasta. O evento teve como objetivo principal capacitar os gestores para reconhecer e prevenir situações de assédio no ambiente escolar e no ambiente de trabalho em geral.

A palestra, com o tema “Um Passo Importante para um Ambiente de Trabalho Seguro e Respeitoso”, foi conduzida pelo especialista e chefe da Unidade de Controle Interno da SEEDF, Adriano Cardoso. Durante a apresentação, Cardoso abordou de forma abrangente e detalhada os diferentes tipos de assédio, suas características e impactos, bem como estratégias para identificação e prevenção.

Além disso, foram discutidas medidas concretas para promover uma cultura organizacional baseada no respeito mútuo e na integridade pessoal, visando à criação de um ambiente de trabalho inclusivo e acolhedor. Ao capacitar os gestores com conhecimento e ferramentas para lidar com o assédio, a palestra reforçou o compromisso da SEEDF em garantir um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para todos os colaboradores.

Na abertura do evento, a secretária de Educação do DF, Hélvia Paranaguá, falou sobre a importância dessa iniciativa para os servidores. “É fundamental capacitarmos nossos gestores para identificar e prevenir situações de assédio, garantindo um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para todos.”

O assédio no trabalho

O assédio no local de trabalho é um problema sério que pode assumir diversas formas, desde comentários inapropriados e intimidação até discriminação e abuso de poder. Essas práticas não só afetam o bem-estar e a saúde mental dos funcionários, como também comprometem o ambiente de trabalho, a produtividade e a moral da equipe.

No contexto educacional, onde a interação entre professores, alunos e administradores, é fundamental que os gestores estejam equipados para identificar e lidar com o assédio de forma eficaz. Nesse sentido, a palestra proporcionou uma oportunidade para os participantes entenderem melhor o que constitui o assédio no ambiente de trabalho, suas diversas manifestações e os impactos na organização como um todo.

Na palestra, Adriano Cardoso enfatizou a importância de saber identificar e agir diante de situações de assédio moral, sexual e outras formas de assédio. “Ao reconhecer esses comportamentos prejudiciais, os gestores podem intervir precocemente, protegendo não apenas as vítimas, mas também promovendo um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo para todos os colaboradores”, explica. O palestrante destacou alguns tópicos para diferenciar e identificar o assédio moral e sexual:

Assédio moral
– Comportamentos intimidadores, humilhantes ou constrangedores
– Isolamento social, exclusão ou ridicularização de um colega
– Sobrecarga de trabalho injusta ou atribuição de tarefas degradantes
– Críticas constantes e injustificadas em público
– Ameaças, insultos ou agressões verbais
– Espalhar rumores maliciosos ou difamatórios sobre um colega

Assédio sexual
– Comentários, insinuações ou piadas de natureza sexual
– Propostas, convites ou pressões para atividades sexuais indesejadas
– Exibição de material pornográfico no ambiente de trabalho
– Contato físico não solicitado, como toques, abraços ou beijos
– Ameaças de represálias ou retaliações caso a vítima não aceite os avanços sexuais
– Favorecimento ou discriminação no ambiente de trabalho baseado em favores sexuais

*Com informações da SEEDF

Por Agência Brasília

Foto: Felipe de Noronha/SEEDF / Reprodução Agência Brasília