GDF recebe quatro propostas para concessão da Rodoviária do Plano Piloto

Ao CB. Poder, o secretário de transporte e mobilidade, Zeno José Andrade Gonçalves, destacou a importância da privatização

0
13

Quatro empresas enviaram, nesta quarta-feira (22/5), propostas para adquirir a concessão da Rodoviária do Plano Piloto. A informação foi dada pelo Secretário de Transporte e Mobilidade (Semob), Zeno José Andrade Gonçalves, em entrevista ao CB.Poder — parceria entre o Correio e a TV Brasília. Na conversa com as jornalistas Denise Rothenburg e Adriana Bernardes, ele admitiu que, com essa privatização, haverá cobrança de taxas — algumas até então inexistentes — dos usuários. Mas, segundo sua avaliação, a entrada da iniciativa privada na gestão do terminal também trará benefícios.

Sobre o início do processo de concessão, o secretário disse: “É um dia muito importante que vai culminar em uma rodoviária moderna com a (participação da) iniciativa privada. (Teremos) uma grande melhoria de serviços e investimentos”.

Gonçalves comentou como será a contrapartida financeira para quem for selecionado. “O conjunto de receitas para a empresa que for assumir a administração da rodoviária se compõe da exploração da publicidade, tarifas e taxas de acostagem (cobrança aplicada aos ônibus que estacionam nas baias), locação do espaço para os comércios e estacionamentos”, detalhou.

Acrescentou que sua expectativa é de que a privatização do local permitirá ampliar a quantidade de usuários do transporte público.

Por Alessandro de Oliveira do Correio Braziliense

Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press / Reprodução Correio Braziliense