Divulgado calendário com feriados e pontos facultativos do GDF

Compete aos órgãos e entidades a preservação e o funcionamento dos serviços essenciais de suas respectivas áreas e competências

0
72

O Governo do Distrito Federal (GDF) divulgou nesta sexta-feira (20/01) o calendário de feriados nacionais e locais e os dias de ponto facultativo previstos para 2023. Ao todo, o ano terá dez dias de feriados e seis dias de pontos facultativos, conforme publicado na edição do Diário Oficial do DF (DODF).

Compete aos órgãos e entidades a preservação e o funcionamento dos serviços essenciais de suas respectivas áreas e competências. As unidades escolares da rede pública, por sua vez, devem seguir o calendário escolar aprovado para o ano.

Veja, a seguir, a lista dos feriados e pontos facultativos para 2023:

→ 1º de janeiro (domingo): Confraternização Universal (feriado nacional);
→ 20 de fevereiro (segunda-feira): Carnaval (ponto facultativo);
→ 21 de fevereiro (terça-feira): Carnaval (ponto facultativo);
→ 22 de fevereiro: quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até as 14 horas);
→ 7 de abril (sexta-feira): Paixão de Cristo (feriado nacional);
→ 21 de abril (sexta-feira): Aniversário de Brasília (feriado local) e Tiradentes (feriado nacional);
→ 1º de maio (segunda-feira): Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);
→ 8 de junho (quinta-feira): Corpus Christi (ponto facultativo);
→ 7 de setembro (quinta-feira): Independência do Brasil (feriado nacional);
→ 12 de outubro (quinta-feira): Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);
→ 28 de outubro (sábado): Dia do Servidor Público (ponto facultativo);
→ 2 de novembro (quinta-feira): Finados (feriado nacional);
→ 15 de novembro (quarta-feira): Proclamação da República (feriado nacional);
→ 20 de novembro (segunda-feira): Dia da Consciência Negra (ponto facultativo);
→ 30 de novembro (quinta-feira): Dia do Evangélico (feriado local);
→ 25 de dezembro (segunda-feira): Natal (feriado nacional).

Com informações da Agência Brasília

Por Redação do Jornal de Brasília

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília