Mutirão atende mais de 750 mulheres em situação de vulnerabilidade

A iniciativa faz parte da 6ª edição do Dia da Mulher da Defensoria Pública do Distrito Federal

0
46

A 6ª edição do Dia da Mulher da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), realizada nesta segunda-feira (2) no Nuclão da DPDF, atendeu 780 mulheres em situação de vulnerabilidade. O evento, que teve o Outubro Rosa como tema, ofertou diversos serviços para o público feminino. Durante a ação, as participantes tiveram acesso a mamografias, exames citopatológicos, inserção de DIU, exames de DNA, atendimentos odontológicos, consultas com uma médica da família e com profissionais de enfermagem. Além disso, também houve atendimentos de mediação, orientação jurídica e psicossocial, entre outros. Desde a primeira edição, realizada em 2 de maio, 3.566 mulheres foram atendidas tanto pela DPDF quanto pelas instituições parceiras.

O foco desta edição foi a campanha de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, realizada anualmente no mês de outubro. Durante esse período, diversas atividades e ações serão realizadas em todo o mundo para sensibilizar a população sobre o tema.

Para a subdefensora pública-geral Emmanuela Saboya, a oferta de serviços gratuitos durante o Outubro Rosa não tem um impacto significativo apenas na prevenção e na detecção precoce do câncer de mama, mas também promove a conscientização, o autocuidado e o acesso igualitário à saúde, contribuindo para uma sociedade mais saudável e informada. “A iniciativa é de suma importância e traz diversos benefícios para a saúde e o bem-estar das mulheres em situação de vulnerabilidade”, explicou.

Thaís Souza Miranda, 25 anos, esteve na 6ª edição do projeto em busca do exame de mamografia. Moradora de Santa Maria, a dona de casa já participou das primeiras cinco edições e, desta vez, foi com a mãe e o filho para o Nuclão da DPDF. “Os serviços mensais prestados neste dia são muito importantes para as mulheres que precisam. Participo de todas as edições, pois sempre há alguma nova parceria que traz benefícios para minha mãe e para mim”, agradeceu.

Bruna Scartet, 27 anos, aproveitou o evento para vacinar a filha de três meses. Moradora do assentamento 26 de Setembro, a dona de casa conta que a ação chegou em boa hora. “Eu estava em busca da vacina contra a meningite, quando vi na televisão que seria ofertada aqui. Aproveitei a oportunidade e assegurei a proteção da minha filha contra essa doença”, explicou.

Dia da Mulher

O Dia da Mulher da Defensoria Pública do DF é uma ação mensal destinada ao público feminino que ocorre na primeira segunda-feira de cada mês. Caso seja feriado, o evento será realizado no primeiro dia útil subsequente.

Nesta edição, a ação teve como parceiros o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes-DF), a Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab), a Secretaria da Mulher, a Secretaria de Saúde, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet-DF), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e a Administração Regional do Plano Piloto.

*Com informações da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF)

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/DPDF / Reprodução Agência Brasília