Coletivo apresenta Brasília em diferentes linguagens artísticas no MAB

Com recursos do FAC, grupo de artistas locais leva para o museu cinco dias de programação gratuita para todas as idades

0
14

Até o dia 18 de dezembro, o Museu de Arte de Brasília (MAB) será palco de uma intensa programação artística, financiada pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC-DF), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec-DF). Durante seis dias, o evento Percursos Inventados – Mostra Entrevazios oferece aos visitantes uma agenda diversificada, para todas as idades, com exibição de filmes, intervenções artísticas, laboratórios e oficinas, que exploram Brasília nas diferentes linguagens artísticas.

O projeto, promovido pelo Coletivo Entrevazios, apresenta para o público uma parte do trabalho desenvolvido pelo grupo de artistas locais. Entre as atrações estão o caderno de artista Entrevazios, a série de intervenções poéticas O Estrangeiro, a instalação De Ver Cidade – Brasília numa caixa de brincar e a intervenção de teatro de formas animadas Lourença.

“A exposição traz os trabalhos realizados por nós durante nove anos. Temos uma exposição dedicada às crianças que carrega a relação do plano urbanístico de Brasília, um documentário feito em quatro cidades do DF que conta um pouco a história da construção da capital e uma barraca com exposição de objetos antigos que foram retratadas no documentário”, conta Luênia Guedes, membro fundadora do Coletivo Entrevazios.

Neste sábado (16), considerado o dia principal do evento, o público terá a oportunidade de interagir diretamente com os artistas. A programação inclui três laboratórios ao longo do dia, nos quais os visitantes poderão vivenciar na prática a metodologia empregada pelo Coletivo na construção de seus conteúdos, além de uma visita mediada com tradução em Libras.

“A proposta do projeto abraça diversas faixas etárias, desde crianças até idosos. Com a ‘Barraca das memórias’, o público jovem e adulto participa da poética urbana, envolvendo-se também com o teatro de objetos. Em resumo, o evento acolhe públicos diversos”, destaca Luênia Guedes.

Apoio do FAC

A mostra abrange todos os trabalhos realizados pelo Coletivo ao longo de 2023 e dos nove anos de atuação do grupo, e foi viabilizada com um aporte financeiro de R$ 140 mil ao longo de um ano do projeto Manutenção, do FAC-DF.

“O FAC sempre esteve presente em nossa trajetória e foi fundamental para difundir nosso trabalho, inclusive para outros países. É essencial para o desenvolvimento do processo artístico, pois com apoio financeiro, ampliamos as possibilidades criativas, focando mais nos projetos”, agradece Luênia.

O Coletivo Entrevazios, composto por cinco multiartistas (Gabriel Tomé, Luênia Guedes, Maysa Carvalho, Roberto Dagô e Thay Limeira), foi fundado em 2014. Com trajetórias artísticas distintas e produções individuais desenvolvidas em diversas linguagens, o grupo explora Brasília e suas poéticas.

Serviço
Percursos Inventados – Mostra Entrevazios
Data: De 13 a 18 de dezembro
Local: Museu de Arte de Brasília (MAB) – SHTN, Trecho 1, Projeto Orla, Polo 3, Lote 5
→ Exposição Percursos Inventados: 16 a 18/12, das 10h às 19h
→ Oficina Quantas Cidades Tenho em Mim, com Coletivo Transverso: 13 e 14/12, das 15h às 18h – Inscrições aqui.
Entrada franca
Mais informações pelo Instagram  do Coletivo Entrevazios.

Por Josiane Borges da Agência Brasília 

Foto: Divulgação / Reprodução Agência Brasília