Aluna de escola pública vai representar o DF em etapa mundial de Olimpíada

Helena Farias, do CEM Urso Branco, vai disputar a fase internacional da Olimpíada Brasileira de Geografia

0
25

A jornada de Helena Farias, 17 anos, é a prova viva de que, com determinação, os sonhos se tornam realidade. A estudante do Centro de Ensino Médio (CEM) Urso Branco, do Núcleo Bandeirante, participou da fase nacional da 8ª Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG 2023), e conseguiu se destacar na fase nacional do concurso, garantindo uma vaga na etapa mundial, que será realizada em Dublin, na Irlanda, em 2024.

Ao todo, 189 estudantes de escolas públicas e privadas do Brasil participaram da fase nacional da OBG, promovida de 27 de novembro a 1º de dezembro, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Durante os quatro dias das olimpíadas, os alunos fizeram provas discursivas e objetivas, além de atividades em campo. De caráter classificatório, algumas provas foram realizadas em grupo e outras de forma individual.

Durante a etapa nacional em Campinas, os competidores tiveram a oportunidade de se inscrever para a etapa internacional e o domínio do inglês era pré-requisito exigido já que os estudantes vão precisar demostrar suas habilidades em geografia com domínio e fluência em inglês. Apenas dez estudantes foram selecionados para a fase internacional. Helena ficou em primeiro lugar e se prepara para representar o Distrito Federal em Dublin no ano que vem.

“Uma alegria imensa quando soube do resultado, quase não acreditei. Foram provas difíceis, mas eu queria vivenciar o desafio, então fiquei muito feliz quando me vi no painel entre os dez classificados para a etapa internacional”, relata Helena.

Equipe

A estudante já havia ganhado destaque no concurso, quando ela e as amigas Ana Beatriz Ferreira Guerra, 16, e Maria Eduarda Macedo, 16, conquistaram o primeiro lugar durante a etapa estadual, disputada online em agosto. De acordo com Helena, o trabalho em equipe fez toda a diferença na conquista. Com a vitória, as três amigas puderam viajar juntas para a competição nacional, em São Paulo.

“Se não fosse com elas, seria bem diferente, eu ficaria bem triste. Então foi fundamental durante toda a viagem o apoio que a gente se dava o tempo todo, afinal, estávamos ali para fazer provas de manhã e à tarde, então era bem exaustivo”, explica Helena. “Eu só quero agradecer a parceria das meninas e tenho certeza que isso fortaleceu ainda mais a nossa amizade, estou muito feliz”, completa.

As amigas também falam sobre a experiência. “Foi tudo muito incrível… a gente conheceu outras pessoas, uma cidade diferente e tivemos a oportunidade de trocar experiências”, diz Maria Eduarda. “Eu amei tudo e tenho certeza que a Helena vai se dar muito bem nesta fase internacional, porque ela é muita dedicada e merece muito”, afirma Ana Beatriz.

A professora de geografia e orientadora da equipe, Ilka Hostensky, acompanhou as estudantes em São Paulo e fala sobre as experiências e os próximos passos da fase internacional do concurso. “Foi muito importante esse aprendizado e a troca de experiências, tanto para os alunos como para os educadores que participaram. Agora nós estamos empenhados em preparar a Helena para o ano que vem. Nossa rotina de estudos será puxada, pois 2024 já está aí, mas tenho certeza que valerá muito a pena, estou animada e otimista”, conta a professora Ilka. “O maior desafio agora é conseguir verba para a viagem”, destaca.

*Com informações da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF)

Por Agência Brasília 

Foto: Jotta Casttro/SEE / Reprodução Agência Brasília