Restaurantes Comunitários do DF serviram 9,9 milhões de refeições em 2023

As 16 unidades do DF são responsáveis por servir refeições saudáveis e equilibradas para famílias em vulnerabilidade no almoço, café da manhã e jantar por R$ 2. GDF trabalha na construção de novos restaurantes e na ampliação do fornecimento nas regiões beneficiadas

0
28

Criados para cuidar da segurança alimentar e nutricional da população vulnerável, os restaurantes comunitários estão prestes a bater a marca de 10 milhões de refeições servidas ao longo de 2023. Até novembro, já haviam sido ofertadas 9.982.693 refeições, o que demandou um investimento de R$ 61,5 milhões por parte do Governo do Distrito Federal (GDF).

Para ampliar e dar assistência a todos em vulnerabilidade social, o governo incluiu o café da manhã e jantar e ampliou o funcionamento de domingo a domingo nos restaurantes comunitários. Atualmente, existem 16 unidades distribuídas pelo DF, sendo que as de Brazlândia, Paranoá, Sol Nascente, Sol Nascente/Pôr do Sol, Arniqueira, Planaltina, Samambaia, Ceilândia, Sobradinho, São Sebastião, Estrutural e Recanto das Emas também servem café da manhã.

Já o jantar pode ser adquirido nos restaurantes do Recanto das Emas, Planaltina, Sol Nascente/Pôr do Sol e Arniqueira. Com apenas R$ 2 é possível fazer as três principais refeições do dia de maneira saudável e nutricionalmente equilibrada.

“A nossa pretensão é ultrapassar dez milhões de refeições servidas ainda este ano. A população tem procurado mais pelos restaurantes, que têm se destacado muito pela qualidade do alimento servido e pelo valor bastante acessível. Essas condições fazem com que pessoas consigam e possam se alimentar e isso aumenta bastante a procura pelos restaurantes”, afirmou a subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal (Sedes-DF), Vanderléa Cremonini.

Das 9.982.693 refeições servidas neste ano, 8.647.431 foram no almoço, 1.083.687 no café da manhã e 251.575 no jantar. O Governo do Distrito Federal trabalha para aumentar a rede de assistência alimentar e inaugurar o primeiro restaurante comunitário do Varjão e o segundo de Samambaia. Os dois somam investimentos de R$ 14,1 milhões e estão com previsão de entrega para 2024.

A aposentada Maria Antônia Alves, 72 anos, mora em Goiás, mas nem a distância a impede de buscar a comidinha caseira e saudável servida no restaurante recém-inaugurado de Arniqueira. “Eu venho desde que inaugurou. Eu morava aqui em Arniqueira e hoje estou morando em Monte Alto, em Goiás. Sempre que estou por aqui, procuro dar uma passadinha no restaurante porque a comida é maravilhosa a um preço acessível. Hoje, com apenas R$ 1 a gente não compra nada, mas dá para vir fazer uma refeição de boa qualidade aqui”, defendeu.

Para conferir a localização de todos os restaurantes comunitários e quais ofertam as três refeições diárias, acesse o site da Sedes.

Por Thaís Miranda da Agência Brasília

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília