Novas conselheiras de Educação do DF tomam posse

Duas servidoras da Secretaria foram nomeadas para um mandato de quatro anos

0
67

A secretária de Educação do Distrito Federal, Hélvia Paranaguá, deu posse, nesta terça-feira (31/01), a duas servidoras e agora novas integrantes do Conselho de Educação do DF (CEDF), para um mandato de quatro anos. Durante a solenidade, a gestora ressaltou a importância do colegiado para a rede. “É uma oportunidade para trazermos o melhor para a nossa Educação. Tenho certeza que isso trará bons frutos, tanto para nossos servidores, quanto para nossos estudantes”, afirma.

As novas conselheiras Iedes Soares Braga, também subsecretária de Educação Básica (Subeb), e Solange Foizer Silva representam diversos setores ligados à Educação. As nomeações foram assinadas pela governadora em exercício, Celina Leão, e publicadas no Diário Oficial do DF de 20 de janeiro de 2023.

A presidente em exercício do conselho, Eliana Moysés, participou da cerimônia de posse e desejou as boas-vindas às servidoras. “Que possamos agregar e realizar um trabalho em conjunto em prol de um ensino de qualidade, dando continuidade a tudo o que já foi feito durante todos esses anos. Fico feliz em tê-las em nossa equipe por esses quatro anos que nos esperam”.

Conselho de Educação do DF

Conselho de Educação do Distrito Federal é órgão consultivo-normativo de deliberação coletiva e de assessoramento superior à Secretaria de Educação. A atribuição da entidade é definir normas e diretrizes para o sistema de ensino do Distrito Federal, bem como de orientar, fiscalizar e acompanhar o ensino das redes pública e privada.

O órgão é formado por representantes de diversos setores da Educação, com notório saber e ampla experiência na área, nomeados pelo governador do Distrito Federal. No total, são 20 conselheiros, sendo 10 indicados pela Secretaria de Educação do DF e 10 representantes da comunidade acadêmica e escolar, de entidades representativas e dos profissionais da educação.

*Com informações da SEEDF

Por Agência Brasília

Foto: Álvaro Henrique / Ascom SEEDF / Reprodução Agência Brasília